A Saúde prepara-se para viver Novos Tempos - Notícias - Santa Casa da Misericórdia do Porto

https://www.scmp.pt/assets/misc/img/noticias/2022/2022-09-16%20Newsletter/Congresso%20Portal.jpg
share print
A Saúde prepara-se para viver Novos Tempos
⌚ 16.09.2022
Hospital da Prelada

Provedor da Misericórdia acredita que a Gestão e a Responsabilidade vão ter um papel fundamental

 Está a decorrer no HP - Hospital da Prelada, entre hoje e amanhã, sábado, dia 17 de setembro, o 1.º Congresso Internacional da Segurança do Doente. Ao longo do primeiro dia, já passaram pelo Hospital cerca de 200 pessoas, o que obrigou a organização a abrir uma nova sala com transmissão direta.

 A Segurança é o mote das Intervenções, que foram abertas aos profissionais de saúde, comunidade reguladora, académica e outras organizações nacionais e internacionais de âmbito público.

Como afirmou logo na sessão de abertura a organizadora do Congresso, Filomena Maia, "esta iniciativa destina-se a estimular a força e a luta constante para colocar sempre a segurança do doente em primeiro lugar", acrescentando que "não estamos autorizados a dar passos atrás".

Recorde-se que o Hospital da Prelada tem vindo a ser distinguido ao longo dos anos com o nível de excelência na área da Segurança pela Entidade Reguladora da Saúde.

O Provedor da SCMP, António Tavares, começou por elogiar a iniciativa e optou por destacar os principais desafios da saúde em Portugal.

Para o Provedor "o SNS vive neste momento uma encruzilhada, para conseguir articular o serviço público com o setor privado e, sobretudo, com o setor social". António Tavares acredita que o Sistema de Saúde "vai entrar numa nova etapa".

Lembrado que o SNS foi construído a partir do papel desempenhado pelas misericórdias, o Provedor da SCMP afirma que "já não chega falar em pessoas, em meios e em dinheiro, mas sim de gestão e de responsabilidade".

A Ordem dos Enfermeiros, pela voz de João Paulo Carvalho, que também já trabalhou no Hospital da Prelada, destacou a importância de trabalhar na prevenção e na promoção da saúde, abrindo novos caminhos para o setor.

Na área da Segurança em concreto, a Diretora Geral da Saúde, Graça Feitas, referiu-se à importância da administração da medicação adequada, um problema que estará em destaque nas comemorações do Dia Mundial da Segurança do Doente, que se assinala amanhã, 17 de setembro.

A representante da OMS, Mafaten Chacouli, destacou a importância da Segurança na Saúde, especificando as suas várias vertentes, através de uma apresentação ilustrativa, que animou a plateia.

Os trabalhos decorrem até ao final do dia e ainda amanhã de manhã, sábado, quando terão lugar dois workshops, um deles dedicado precisamente à Medicação Segura e outro às Ferramentas de Segurança.

top bot
A utilização de cookies neste website tem como principal objetivo melhorar a sua experiência.
Ao clicar em qualquer link nesta página está a dar-nos a permissão para usar cookies.