Centro Prof. Albuquerque e Castro - Imprensa Braille - Santa Casa da Misericórdia do Porto

Imprensa Braille

https://www.scmp.pt/assets/misc/img/ensino/DSC_0113a.jpg
share print
Centro Prof. Albuquerque e Castro
O Centro Professor Albuquerque e Castro tem como objetivo produzir livros, publicações e outros materiais em Braille, de forma a tornar acessível a informação, a cultura e a literacia às pessoas cegas.

A Imprensa Braille foi fundada em 1956 por José de Albuquerque e Castro, professor no Instituto de S. Manuel. A American Foundation for Overseas Blind ofereceu ao Prof. Albuquerque uma máquina de estereotipar e outra de imprimir, bem como grande quantidade de zinco para a estereotipia e de papel para a impressão. Todo este material foi doado à Santa Casa da Misericórdia do Porto para criação, numa sala daquele Instituto, do Centro de Produção do Livro para o Cego, de que o Professor veio a ser o primeiro diretor até 1967, data do seu falecimento.

A revisão do acordo de cooperação entre a Misericórdia e o Ministério dos Assuntos Sociais, assinado em Outubro de 1976, marca uma viragem importante em termos de materiais editados. O contributo do Centro para a educação, limitou-se quase exclusivamente à publicação de manuais com maiores dificuldades de transcrição e maiores probabilidades de continuarem em vigor no ano letivo imediato - Matemática e Ciências Físico-Químicas.

A produção de braille, por processos informáticos, chegou ao Centro Professor Albuquerque e Castro em 1996. Este meio permitiu aumentar consideravelmente a produção anual.

Atualmente, no Centro Prof. Albuquerque e Castro produz-se pela via tradicional as edições com tiragens superiores a 1000 exemplares e pela via informática as edições de menor tiragem.

No Plano Anual de Atividades do Centro Prof. Albuquerque e Castro podemos encontrar as revistas mensais "Poliedro" e "Rosa-dos-Ventos", o Jornal de Notícias, a Visão e diversos títulos de obras de autores portugueses e estrangeiros.



top bot